Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SAPO24 Crónicas

Todos os dias um olhar mais atento a um tema que marca a actualidade. Artigos, análises e crónicas exclusivas no SAPO24.

SAPO24 Crónicas

Todos os dias um olhar mais atento a um tema que marca a actualidade. Artigos, análises e crónicas exclusivas no SAPO24.

Banksy põe Steve Jobs num campo de refugiados

Steve Jobs, filho de migrantes sírios - é essa a ideia do artista Banksy na sua última intervenção em espaço público. A obra encontra-se desta vez no campo de refugiados de Calais, um dos locais da Europa onde a crise dos migrantes se tem feito sentir de forma mais aguda e dramática. 

 Steve Jobs, grafitti no campo de refugiados de Calais, por Banksy. Foto de Banksy.

 

A imagem mostra Jobs com uma mochila numa mão e um computador Apple na outra, e foi fotografada e publicada pelo próprio Banksy no seu website. Banksy comentou este seu trabalho no campo que é também conhecido como "A Selva": 'Muitas vezes fazem-nos crer que as migrações roubam os recursos dos países, mas Steve Jobs era filho de um imigrante sírio. A Apple é a empresa mais lucrativa do mundo, paga mais de 7 mil milhões de impostos por ano - e se existe, é apenas porque permitiram a entrada deste jovem vindo de Homs'.

 

Banksy criou já várias obras em resposta à crise dos refugiados, incluindo uma versão do quadro 'O Naufrágio da Medusa', de Géricault, que acrescenta ao célebre e polémico episódio dos náufragos abandonados um iate de luxo. O artista inglês tem também um projecto de construção de abrigos para os refugiados.

 

publicado às 18:04

1 comentário

Comentar post

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D